VISITAS TÉCNICAS

0
307

Weiku, Roca Cerámica & Incepa, Paralela Design e Centro Cultural do Liceu de Artes e Ofícios

WEIKU ESQUADRIAS 

Fundada em 1998 pelo alemão Arnd Kilian, a Weiku é uma das maiores fabricantes em esquadrias de PVC do Brasil. A convite da empresa, o ArqXP esteve em Pomerode, Santa Catarina, e visitou sua linha de produção totalmente verticalizada. Com parque fabril de cerca de 14 mil m2, onde atuam aproximadamente 300 colaboradores, foi possível conferir todas as etapas do processo para a fabricação que vai desde a mistura, passa pela extrusão, produção, vidraçaria, o atendimento comercial, medição e instalação das peças. Com produtos feito sob medida para os projetos mais variados, as esquadrias podem chegar a ter um vão de até 4,5mx2,5m. A visita foi guiada pela assistente comercial Camilla Joana Kuglin Borchardt e logo após houve um workshop com o supervisor de marketing Marcelo Scartazzini.

Roca Cerámica & Incepa

Um seleto grupo de especificadores e players do mercado foi escolhido para a Avant Première da Roca Cerámica e Incepa, realizada em fevereiro deste ano na cidade de Campo Largo, região metropolitana de Curitiba. Em visita guiada por André Akashi, o ArqXP percorreu de ponta a ponta o complexo fabril da multinacional espanhola no Paraná. Desde o preparo da massa, passando pela compactação, impressão, queima, polimento e embalagem, o grupo pôde acompanhar a linha de montagem completa, que inovou em 2020 ao apresentar os grandes formatos com placas produzidas no país de até 1,2 m x 2,5 m. Após a visita técnica, um tour guiado pelo show room das marcas apresentou, com exclusividade, os lançamentos que compõem o estande da empresa na ExpoRevestir 2020, promovida pela Anfacer.

PARALELA DESIGN

Um amplo portfólio de diversos artistas e designers foi apresentado na 37a edição da Paralela Design. A feira ocorreu na OCA, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Impressinou a equipe do ArqXP o conjunto de objetos da Cristais Cad’Oro, empresa com sede em Murano, Veneza, e filial em Poços de Caldas, Minas Gerais; os brinquedos de madeira criados pelos designers Natália e Eduardo, da Popoke; as cerâmicas da coleção Cores de Tarsila, da designers Barbara Penaforte; o mobiliário preciso de Marcelo Bilac; os objetos têxteis da Elisa Atheniense e as instalações metálicas modulares de Glenn Hamilthon.

CENTRO CULTURAL LAO

Recebidos pela gestora do Centro Cultural do Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, Ana Paula Pimentel, fomos conduzidos a uma visita ao icônico projeto de Ricardo Julião, que requalificou o local após o trágico incêndio ocorrido em fevereiro de 2014. Moderno e interativo, o espaço multiuso tem uma área de 1630 m2 e mostra de maneira didática a trajetória profícua da instituição responsável pela vasta produção artística da cidade de São Paulo desde o início do século XX. Além do legado arquitetônico e artístico, o espaço conta a importância do Liceu de Artes e Ofício no campo da infraestrutura urbana, com o desenvolvimento e fabricação de hidrômetros desde o início do estabelecimento das redes de distribuição de água na capital paulista. O novíssimo edifício preservou a estrutura metálica do galpão original e apresenta projeto luminotécnico digno de nota.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments