thyssenkrupp Elevadores traz tecnologias inovadoras para elevadores do prédio mais alto de Porto Alegre, o Santa Cruz | Texto e fotos: Divulgação

Localizado no centro histórico de Porto Alegre (RS), o Santa Cruz é o prédio mais alto da capital gaúcha e uma referência para a cidade. Com 107 metros de altura e 34 andares, o condomínio optou pela modernização de quatro elevadores para melhorar o desempenho dos equipamentos. Durante o retorno gradual das atividades, os elevadores vão auxiliar na mobilidade das pessoas que trabalham e moram no local, um público estimado em 4.000 pessoas, por dia.

A thyssenkrupp Elevadores foi a responsável pela modernização, que consiste em atualizar os equipamentos com o que há de mais moderno em termos de tecnologia, segurança e conforto. Com esse foco, foram modernizados os elevadores que atendem os andares com o maior fluxo de pessoas, que correspondem ao térreo e do 1º ao 24º andar, e onde ficam  as sedes de grandes empresas e as salas comerciais. 

Na foto da esquerda temos o layout antigo dos elevadores, já na foto da direita, o novo layout modernizado pela thyssenkrupp

Com a mudança, os elevadores podem atingir a velocidade de 3,5 metros por segundo, garantindo um percurso mais rápido entre os 15 andares atendidos. Além disso, o prédio agora é mais sustentável, pois vai economizar energia a partir do sistema regenerativo, que possibilita o menor consumo e a devolução ao edifício de parte da energia não consumida na operação do equipamento para ser utilizada de outra forma. Em média, os condomínios com o sistema regenerativo economizam até 35% com o consumo de energia do elevador.

Gestão inteligente

O melhor desempenho dos elevadores também está garantido com o AGILE, um pacote de soluções inovadoras para melhorar o controle de tráfego e a gestão dos elevadores, que o Santa Cruz inaugurou em Porto Alegre, sendo o primeiro edifício da cidade a instalar o sistema.

Uma das soluções do AGILE é a antecipação de chamadas, que ajuda a reduzir as filas no hall, pois direciona os passageiros que vão para o mesmo andar ou próximos para o mesmo equipamento. Para isso, antes de entrar no elevador, a pessoa informa para qual andar deseja ir, em um terminal, e o sistema logo em seguida indica qual elevador vai atendê-la no menor tempo possível.

Outra solução do sistema é a gestão dos elevadores, ferramenta que facilita o trabalho dos administradores do condomínio por disponibilizar informações em tempo real da operação dos elevadores. Por meio de um software instalado em computadores do edifício, ou em smartphones, síndicos e gestores podem supervisionar, gerir e otimizar o sobe e desce dos elevadores, de acordo com as necessidades do prédio.

Manutenção inteligente

Os elevadores modernizados do Santa Cruz também estão conectados ao MAX, primeira solução de manutenção preditiva do mundo. A partir de soluções de IoT e machine learning/IA, os dados dos elevadores são enviados em tempo real à plataforma da nuvem Microsoft Azure.

Com o auxílio de algoritmos, a solução possui várias funcionalidades para tornar o serviço de manutenção mais inteligente. Uma delas consiste em analisar os dados e identificar quais componentes têm maior desgaste, antes mesmo de apresentarem falhas. Desta forma, é possível agir preventivamente e trocar o item com defeito, aumentando a disponibilidade de uso dos elevadores para os visitantes, funcionários e moradores do Santa Cruz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.