De tempos em tempos, uma ou outra espécie acaba virando a queridinha do momento e invade as casas, escritórios e até tem redes sociais inteiras dedicadas a elas. Texto e imagens: divulgação.

O aquecimento do segmento e, principalmente, a busca de novidades pelo público consumidor incentiva produtores e comerciantes, fazendo com que o mercado se movimente em busca de novidades para atender clientes cada vez mais informados, atentos e interessados. Em 2020, algumas das plantas ornamentais mais populares foram: Ravinala madagascariensis, Ficus lyrata, Pacova, Alocacia Orelha de Elefante, Ficus elástica e Monstera andansonii. 2021 chegou e bate a curiosidade para saber quais serão as espécies mais “hypadas” desse ano.

Gabriela Heringer, uma das sócias do Studio Lily, ateliê de cerâmicas e curadoria de plantas ornamentais, acredita que as “diferentonas” vão se sobressair em 2021. “Cada vez mais as pessoas estão querendo algo mais exótico, com folhagens diferentes, em tons de vinho ou escuras. As em formato de coração então nem se fala”, comenta a especialista.

Hoya kerrii

Essa espécie de suculenta chama atenção por ter formato de coração. Se demorar para florescer não se assuste, pode levar anos e é super normal. Ela deve permanecer sob meia luz e ter poucas regas. Se colocar muita água, corre o risco de apodrecer.

Peperomia burgundy

As folhas têm bordas assimétricas e formato levemente espiralado. A parte superior lembra o toque do veludo e tem coloração bem escura, já a inferior tem um tom mais puxado para o vinho. Ela gosta de viver em meia sombra e sempre bem úmida.

Syngonium rosa

Quando jovem, tem folhas simples e claras, com nervuras brancas. Depois a folhagem fica completamente verde e, então, produz flores de espata rosada e espádice creme. Ela se adapta à meia sombra, em ambientes internos, mas também em jardins e canteiros, e gosta de umidade e regas regulares, mas não suporta frio.

Monstera borsigiana Variegata

Essa é a Costela de Adão dos colecionadores, isso porque ela é uma mutação e é mais difícil de encontrar. Algumas regiões mutantes não têm clorofila, então ela é toda manchada de branco, como se fosse tinta, mas tudo natural. Ela gosta bastante de luz indireta, já que as regiões sem clorofila precisam ser compensadas pelas que possuem, e de rega diária.

Caladiuns

Tem folhas grandes com tons de verde, vermelho, rosa e branco. No outono as folhas, normalmente, caem, mas retornam na primavera. Para isso, retire o bulbo – que fica adormecido -, guarde em um local seco e com sombra, e replante nesse período. Para saber a hora de regar sinta se a terra está seca, se sim, é o momento certo.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.