Rubens Szpilman é um dos vencedores do 33º Prêmio Museu da Casa Brasileira com releitura do Cobogó

1
118

Ícone da arquitetura brasileira ganhou versão em resina de poliéster.

O artista plástico e designer Rubens Szpilman criou uma nova concepção arquitetônica e artística para o uso dos cobogós, com o lançamento do BLODEC, um sistema patenteado de blocos modulares em resina de poliéster, produzidos artesanalmente.

A inovação é uma das premiadas (categoria Construção) do 33º Prêmio de design Museu da Casa Brasileira, o mais tradicional prêmio de design do Brasil. Os BLODECs estarão, junto com outros premiados, numa exposição que abre no próximo dia 23/11 na sede do museu, em São Paulo–SP, e vai até o dia 08 de Março de 2020.

O BLODEC conta com cinco modelos de cobogós e quatro modelos de nichos, em 13 opções de cores translúcidas. A face externa das peças é polida, com acabamento em alto brilho, semelhante ao cristal. A parte vazada é fosca. 

Com a incidência da luz (natural ou artificial), o contraste das partes foscas e brilhantes cria efeitos visuais surpreendentes. “Conforme a intensidade da luminosidade e o ângulo de observação, criam–se espetáculos de luzes e sombras, que se projetam nos pisos e paredes e se renovam ao longo do dia, agregando enorme valor ao décor dos ambientes, com infinitas possibilidades”, enfatiza Rubens Szpilman. 

Os diferentes modelos e cores podem ser combinados entre si, proporcionando arranjos únicos. É possível ainda a encomenda de cores exclusivas e o desenvolvimento de projetos especiais.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
RUBENS SZPILMAN
03/12/2019 8:06 pm

Obrigado pelo apoio