Business

Rodada de negócios colocou escritórios em contato com as tendências da arquitetura

Evento do Sebrae/PR oferece uma estimativa de R$2,8 milhões em negócios realizados entre 44 fornecedores e 18 compradores.

Rodada de negócios movimentou 18 escritórios de arquitetura e 44 fornecedores de produtos e soluções. Crédito: Regis Santos / Inove Foto

Uma estimativa de R$2,8 milhões em negócios. Essa foi a expectativa entre os participantes do Arq Tech Business Meetings, uma rodada de negócios que permitiu a 44 fornecedores de Curitiba e região metropolitana expor e conversar sobre seus produtos e soluções para 18 escritórios de arquitetura da capital paranaense. O evento, promovido pelo Sebrae/PR, buscou criar oportunidades de negócios, permitir a troca de informações e estimular os conhecimentos sobre inovação e mercados potenciais.

Segundo a consultora do Sebrae/PR, Adriana Kalinowski, o encontro buscou estimular a exibição de soluções com foco na tecnologia, inovação e sustentabilidade, que são cada vez mais demandadas pelo mercado.

“Queremos que as empresas realizem negócios, expandam seus horizontes e conheçam as novidades do mercado e soluções que serão tendências nos próximos anos. Já os fornecedores podem entender as demandas dos escritórios e realizar ofertas mais atrativas a seus clientes”, afirma.

 O Sebrae/PR já havia realizado outras rodadas de negócios para a construção civil e agora envolveu o mercado de arquitetura.

“No dia a dia é difícil ter tempo para receber fornecedores e estar presente no evento foi muito produtivo porque a gente pode conhecer soluções interessantes para o segmento”, ressalta Ana Villas Boas, sócia do Proa Arquitetura Integrada.

A importância do tema tecnologia no evento também foi reconhecida por Leonardo Hauer, sócio da Axaa5 Arquitetura e atual presidente da ASBEA (Associação Paranaense dos Escritórios de Arquitetura), entidade parceira do evento.

“Para a produção de projetos já há uma presença forte da tecnologia, mas ainda há espaço no mercado para soluções inovadoras. Queremos que isso seja cada vez mais explorado para que possamos oferecer produtos com ainda mais qualidade”, explica.

Os fornecedores apresentaram produtos e materiais que devem ser tendências no mercado da arquitetura. Crédito: Regis Santos / Inove Foto

Os fornecedores também perceberam que existe uma abertura dos escritórios para a realização de negócios com soluções que ofereçam qualidade, economia e preocupações com fatores como sustentabilidade, por exemplo. Esse é o caso da empresa Litoral Portas, que, além de ofertar projetos personalizados, utiliza em seus materiais a madeira ecológica WPC, que possui resistência a umidade e a cupins, anti-chamas e sustentável, uma vez que pode ser reciclado.

Segundo o gerente comercial, Eder Schraiber, os produtos da empresa tiveram boa receptividade pelos escritórios. “Já estamos estabelecidos no litoral de Santa Catarina e queremos expandir a atuação em Curitiba. Os escritórios falaram que há uma dificuldade pelo fato de Curitiba ser muito úmida e essa é uma solução mais durável e sustentável que interessou muito a eles. Temos boas possibilidades de negócios por aqui”, afirmou.

Já o representante da Pratick House Móveis e Design, Marcelo Cardoso, que já havia participado de outras rodadas de negócios do Sebrae/PR, explicou que é muito importante estar em contato com empresas consolidadas no mercado. Para ele, os dois lados podem se beneficiar com a realização de negócios. “Nós precisamos de clientes e profissionais e os arquitetos que precisam de bons produtos para a execução dos seus projetos. É uma via de mão dupla então essa é uma troca muito válida para nós”, disse.

Categorias:Business

Marcado como:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.