Logística afinada de equipe interdisciplinar garante a resistência para instalação de órgão de tubos na Catedral Evangélica de São Paulo. Este e outros temas fazem parte da pauta da edição de outubro da principal revista de engenharia do país.

O cálculo do reforço estrutural ficou a cargo da Carmona Engenharia.

A

A Fundação Mary Harriet Speers ganhou o noticiário recentemente ao inaugurar, em parceria com a Universidade de São Paulo e a Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo, um novo Órgão de Tubos no centro de São Paulo. A equipe multidisciplinar formada pelo engenheiro Gilson Moreira, da Fundação Mary Speers, o professor Pedro Wellington Gonçalves do Nascimento Teixeira, do Departamento de Engenharia de Estruturas e Geotécnica da Escola Politécnica da USP e o engenheiro Thomas Carmona, da Carmona Soluções Estruturais, recebeu a incumbência de avaliar estruturalmente a galeria que receberia o instrumento. A cobertura completa do trabalho realizado por ser conferida na matéria de capa da revista Téchne deste mês. Para acessar o conteúdo na íntegra, acesse o site da revista e faça seu cadastro gratuito.

Outro assunto de destaque da edição foi a visita técnica realizada pela nossa equipe a um laboratório de testes que aferiu a qualidade de caixilhos de alumínio de correr. A convite da Tesis — Tecnologia e Qualidade de Sistemas de Engenharia, da Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio (AFEAL) e da Associação Brasileira de Alumínio (ABAL), Téchne acompanhou os testes de desempenho de caixilhos de alumínio em São Paulo.

Ainda neste número, professores da FAAP e da FEI-SP respondem a perguntas sobre alvenaria estrutural, projeto de Siegbert Zanettini para hispital em Salvador, lançamento da RottaEly em Porto Alegre e uma seleção de produtos que acabam de chegar ao mercado da construção. Confira em www.revistatechne.com.br. Faça o cadastro e acesse gratuitamente o conteúdo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.