Quando empresas e universidades se unem para fomentar valores

0
98

Diretor de recursos humanos da thyssenkrupp Elevadores fala sobre o Programa Universidade Vertical, que aproxima a empresa de instituições de ensino, fomentando valores, e descobrindo novos talentos. 

Com parque fabril e matriz instalados em Guaíba, Rio Grande do Sul, a thyssenkrupp Elevadores emprega cerca de 4.000 funcionários e alcançou uma receita de mais de 1,3 bilhão de reais (ano fiscal 2017/2018). A fábrica atende o mercado nacional e também exporta para a América Latina. No Brasil, são 67 filiais e postos de serviços localizados em diferentes capitais e cidades brasileiras, garantindo cobertura nacional na manutenção de elevadores, escadas e esteiras rolantes.

Com o objetivo de fortalecer a presença no mundo acadêmico e estabelecer uma ponte entre universitários e empresa, a multinacional lançou em, 2015 o Programa Universidade Vertical, durante o ENEC – Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Civil, que aconteceu no Centro de Eventos da FAURGS – Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Gramado, na Serra Gaúcha. Nos últimos 4 anos, o programa segue como um importante instrumento para estreitar o laço entre o aluno, a universidade e o mercado. A iniciativa está  alicerçada na participação ativa da empresa em ações do calendário acadêmico promovidas por instituições de ensino de todo o Brasil, como feiras de profissões, semanas acadêmicas, exposições, aulas específicas, congressos, workshops, palestras, oficinas, entre outros. Com o Programa, a empresa reitera o compromisso em desenvolver e atrair novos talentos, inserindo futuros profissionais no universo de atuação da companhia. A seguir, você confere uma entrevista com Marcio de Andrade, Vice-presidente de Recursos Humanos da thyssenkrupp Elevadores e conhece mais sobre a iniciativa de aproximação entre empresas e universidades.

Márcio de Andrade: Vice-presidente de Recursos Humanos da thyssenkrupp Elevadores, o administrador de empresas formado em 1992 foi Gerente Geral de Recursos Humanos na Siemens Brasil. 

De que maneira arquitetos e engenheiros podem trabalhar juntos para uma solução plástica interessante e economicamente viável? De que forma a thyssenkrupp Elevadores se relaciona com os estudantes de engenharia e arquitetura? 

Márcio de Andrade: Procuramos sempre estreitar o relacionamento com estes estudantes, promovendo palestras e participando de feiras dentro das universidades, por meio do nosso programa Universidade Vertical.

Fale sobre o Programa Universidade Vertical. Como nasceu? O que já foi realizado desde o início das atividades?

MA: O programa Universidade Vertical nasceu com o objetivo de reforçar a presença da thyssenkrupp Elevadores no meio acadêmico, fortalecendo e estreitando os laços entre aluno, universidade e o mercado. Acreditamos que a teoria deve andar lado a lado com a prática e, por conta disso, queremos contribuir com a universidade na missão de capacitar profissionais para os desafios do mercado de trabalho, enriquecendo e contribuindo com a sua formação, por meio de cases ou uma abordagem mais específica. 

Como a empresa participa do calendário acadêmico e apresenta aos futuros profissionais oportunidades de plano de carreira?

MA: Os RHs das filiais espalhadas pelo Brasil fazem contato com as Universidades ou as vezes são contatadas, e junto com o departamento de Marketing elaboram um cronograma anual de participação nos eventos acadêmicos.  Durante as palestras falamos sobre a empresa, e abordamos a cultura da thyssenkrupp, produtos, inovações, carreira dentro da organização e etapas do nosso processo seletivo. Acreditamos que estas ações também contribuem para a divulgação e o fortalecimento do nosso employer branding. 

Como a empresa trabalha a fomentação de seus valores entre profissionais da construção civil?

MA: Fomentamos nossos valores por meio de parcerias com entidades que representam o setor. Uma dela é o CTE – Centro de Tecnologia de Edificações, que desenvolve várias iniciativas, como a Rede de Construção Digital, que tem como objetivo promover a inovação tecnológica e a digitalização no setor da construção civil. Essa iniciativa consiste em um grupo de relacionamento, pesquisa e negócios, que é formado por profissionais de várias empresas, entre as quais a thyssenkrupp Elevadores. A proposta da Rede é realizar estudos para identificar falhas de desenvolvimento digital do setor; analisar cases globais para adequar as soluções tecnológicas às realidades locais; levantar em que nível digital estão as construtoras brasileiras e pressionar o governo para dar incentivos em prol da digitalização na construção civil. Com todas essas ações, será possível reverter o resultado de um estudo da Harvard Business Review, que aponta a construção civil como um dos setores produtivos que tem dificuldade para incorporar novas tecnologias. Mas, além dessa mudança de cenário, a principal preocupação dos participantes da Rede é impulsionar a competitividade do setor por meio do compartilhamento de experiências com fornecedores de soluções de TI, projetistas, fabricantes, incorporadoras e construtoras; bem como promover o acesso das empresas às novas tecnologias. 

Quais são e como funcionam os programas de captação de talentos (estágio, trainee, etc)?

MA: Temos parceria com as Universidades e as Escolas Técnicas para divulgação de vagas e captação de candidatos. O processo é composto por prova técnica, dinâmica de grupo e entrevista. Focamos muito no desenvolvimento destes jovens para inicialmente terem contato com a cultura, valores e conhecimentos técnicos através de treinamentos internos. Posteriormente, proporcionamos a experiência de vivência destes conhecimentos em campo. Durante a sua jornada na empresa recebem feedbacks que contribuem para o seu desenvolvimento profissional e pessoal. Outro fator importante é que os estagiários são sempre acompanhados por um profissional experiente, pois a Segurança do Trabalho é um valor para a thyssenkrupp, em primeiro lugar, e para eles não poderia ser diferente. Acreditamos que o programa de estágio forma a mão de obra do “amanhã” dentro da nossa Organização.  

De que forma as experiências vividas na prática pelos profissionais da thyssenkrupp podem e/ou são divididas com os alunos?

MA: Em nossas palestras dentro das Universidades procuramos explanar um pouco sobre o nosso dia a dia, os desafios com relação às novas demandas e novos mercados, o que nos impulsiona a sermos melhores diariamente junto com os nossos colaboradores. Por ser um segmento muito específico e não existir cursos sobre Elevadores no mercado é comum surgir muitas dúvidas sobre o funcionamento e a montagem dos equipamentos, bem como sobre suas aplicações e respectivas tecnologias. 

Matéria publicada originalmente na revista Téchne.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments