Prédio mais alto do Brasil leva prêmio Lúcio Costa

0
53

Premiação oferecida pela Câmara dos Deputados reconhece benefícios do Órion Business & Health Complex, de Goiânia.

O prédio pronto mais alto do Brasil acumula mais um prêmio. O Órion Business & Health Complex, localizado no setor Marista em Goiânia, foi um dos vencedores da 5ª edição do prêmio Lúcio Costa, promovida pela Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara Federal. Representando todo o grupo empreendedor responsável pelo complexo imobiliário especializado em serviços de saúde e bem-estar, o empresário Antônio Carlos da Costa esteve em Brasília na última quarta-feira (30/10) para receber a premiação, que homenageia projetos e personalidades que se destacam nas áreas de mobilidade, saneamento e habitação.

A premiação tem o objetivo de reconhecer a sociedade civil por suas contribuições ao poder público na desafiadora missão de proporcionar qualidade de vida à população urbana, que já chega a quase 85% dos brasileiros de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). 

“A CDU tem o dever de homenagear empresas e membros da sociedade civil, que nos ajuda a superar esses desafios”, afirmou o deputado José Medeiros (PODE/MT) – 1º vice-presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano(CDU) da Câmara dos Deputados – que presidiu a solenidade de premiação. 

Incorporador Antônio Carlos da Costa, um dos sócios do Órion, e o arquiteto Rogério Markiewicz, autor do projeto do Órion

A indicação do Órion Complex para concorrer ao prêmio foi feita pelo deputado goiano Francisco Jr. (PSD-GO). Ele foi selecionado entre indicações de empreendimentos e projetos de várias partes do Brasil, e das quais seis foram selecionadas. Durante a cerimônia de premiação, o parlamentar destacou que valorizar iniciativas que melhorem aspectos da mobilidade, do saneamento e habitação, é valorizar quem contribui para a qualidade de vida do brasileiro. 

“No caso do Órion, que iniciamos na categoria mobilidade, é um empreendimento, que mais do que inovador, é ousado, pois busca concentrar num único espaço shopping, hotel, um hospital e uma torre com todos os serviços de saúde. Portanto, é um grande empreendimento, um dos prédios mais altos e robustos do País, que traz uma gama de serviços e uma complexidade muito grande, mas que não trouxe impactos [negativos] para a cidade. Pelo contrário, trouxe melhorias para a qualidade da vida”, afirmou o deputado durante a cerimônia em Brasília. 

O empreendimento foi desenvolvido com objetivo de atender a alta demanda por serviços e saúde na capital goiana, que tem uma alta atratividade de pacientes vindos do interior e de outros estados brasileiros, incluindo Centro-Oeste, passando pelo sul da Bahia, Maranhão e chegando até o Estado do Acre. Uma coletânea de dados de diversos órgãos como Ministério da Saúde (DataSus), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Agência Nacional de Saúde (ANS) aponta inclusive para a sobrecarga do serviço de saúde em Goiânia em razão dessa alta atratividade. 

Para incorporador Antônio Carlos da Costa, que representou o grupo empreendedor responsável pelo  Órion Business & Health Complex durante a homenagem, o Prêmio Lúcio Costa tem um significado especial. “O Órion já ganhou muitas premiações, mas acho que essa realmente tem um significado especial, porque reconhece um benefício que levamos para a cidade”, destacou o executivo.

Arquitetos

O evento foi prestigiado por várias entidades representativas dos profissionais de arquitetura e urbanismo, como o presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, Luciano Guimarães. Ele também destacou a importância do Prêmio Lúcio Costa para incentivar as boas práticas de urbanismo, e falou sobre a contribuição para as cidades dos empreendimentos mixed use, tal como é o Órion. “A concentração de serviços, desde que haja um trabalho de avaliação do contexto do projeto, é sim positiva”, pontuou o urbanista.

O nome do prêmio de mobilidade, saneamento e habitação faz homenagem ao urbanista Lúcio Costa, arquiteto modernista e idealista, reconhecido mundialmente pelo projeto do Plano Piloto de Brasília. Ele faleceu em 1998 e se firmou como pioneiro da arquitetura moderna no Brasil.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments