Consuelo Jorge recorre à intervenção artística em projeto para agência de publicidade. Criatividade e tecnologia são os motes da proposta disruptiva. Por Allaf Barros. Fotos por Denilson Machado.

O desejo dos principais executivos da agência de publicidade AlmapBBDO era de construir um ambiente minimalista, mas que traduzisse a imagem corporativa do grupo e estivesse alinhada à inovação, criatividade e tecnologia apresentados nos trabalhos da agência. “Fizemos reuniões individuais com os 20 principais colaboradores para entendermos a dinâmica e o que cada um esperava para chegamos em um projeto que agradasse a todos. Nosso objetivo foi criar algo para uma das turmas mais criativas do mundo. Precisávamos surpreender uma equipe que respira criatividade”, comenta Consuelo Jorge.

O ponto de partida para criação do ambiente foram os briefings que a arquiteta recebeu e a relação de todos os colaboradores da empresa com o lápis. A partir dessa particularidade, a instalação no forro localizada na recepção do escritório foi inspirada em uma obra de Luiz Hermano – escultor, desenhista e pintor cearense – construída com 33 mil
lápis de madeira na cor natural fixados por uma estrutura metálica em placas 1 x 1,5 m e voltados para a piso. Dependendo na posição em que é vista, a instalação traz a sensação de movimento, capaz de surpreender o visitante.

O drywall foi utilizado em quase todos os ambientes, mas na sala de descompressão a arquiteta optou por deixar a laje aparente, já que se trata de uma espaço mais descontraído e com tubulação aparente. Outra característica da reforma foi a valorização da iluminação indireta. “Queríamos dar o efeito de luz cenográfica. Usamos muito perfil de LED, trilho e pendentes. Só nas áreas que trabalho que apostamos em uma iluminação mais direcionada”, explica Consuelo.

Recepção

Com 75m², a recepção – ambientada com poltronas e mesas laterais do designer Jader Almeida – conta ainda com porcelanato de grandes dimensões dando a impressão de um grande monolito, que se une ao balcão em Neolith na mesma
tonalidade, iluminado por um painel de tecido. Nas laterais, brises em laca branca fosca instaladas a 45 graus direcionando
o olhar do visitante para o balcão de entrada. Já os corredores são revestidos por um painel ripado metálico na cor branca desenvolvido especialmente para este projeto, delimitando as áreas de circulação e camuflando as áreas técnicas e as entradas dos lavabos.

Espaço de convivência

O pedido especial do presidente da empresa foi uma área de convivência inspirado em um bar industrial feito com tijolos aparentes nas paredes e os azulejos brancos e pretos com diversas possibilidades de assentos descontraídos onde os funcionários e seus convidados pudessem compartilhar pequenas refeições, eventos corporativos, reuniões informais e ações com clientes. O mobiliário do ambiente é uma ode ao design brasileiro contemporâneo. Foi usado na decoração poltronas e pufes em couro Mexirica do Estudiobola, e poltronas Serafina em lona e banquetas em couro preto de Fernando Jaeger, por exemplo.

1 acesso
2 recepção
3 sala de reunião 01
4 sala de reunião 02
5 sala de reunião 03
6 sala de reunião 04
7 sala de reunião 05
8 vip room
9 sala de reunião 06
10 sala de reunião 07
11 lavabo masculino
12 lavabo feminino
13 lavabo pne
14 copa
15 café/ lounge
16 cozinha funcional
17 banheiros
18 operacional
19 cpd
20 estudio fotográfico
21 war room

Ficha Técnica

Projeto: Consuelo Jorge Arquitetos
Ano: 2019
Recepção: 75 m²
Espaço de convivência: 244 m²

Fornecedores

BUM Design, DressAll, Marcenaria Cardoso de Andrade, projeto luminotécnico de Elaine Pires para Allure, SCA, Palimanan, Portinari, Neogran, Cozil, Móveis Azevedo, Beltech, Jader Almeida, Estudiobola, Fernando Jaeger, Design Supplier, axDesign,
Prototype, Tidelli e L’oeil.

Matéria publicada originalmente na revista aU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.