Utilizando essas matérias primas como elementos principais, Marcelo Bilac cria móveis inspirados nas relações familiares. Por Pedro Zuccolotto

Nascido em Brasília e formado em Desenho Industrial da Escola Técnica Federal do Mato Grosso, Marcelo Bilac está desde 1998 no mercado. Mas foi apenas em 2000 que, juntamente com um amigo, iniciou um negócio focado em móveis personalizados. Suas primeiras peças autorais foram desenvolvidas em 2013, uma delas, o Banco Cavalete, foi selecionada para a exposição da BRAZIL S/A em Milão no ano de 2017.

Boomerang Chair, lançada em fevereiro de 2020 por Bilac

Marcelo se inspira principalmente na família, na música e na natureza, buscando elementos que o ajudem a desenvolver o design ideal.  “Ambientes tem uma espécie de vida e energia própria que revelam sua história e personalidade  da qual fico muito feliz em ajudar a construir”, conta. A ArqXP realizou uma entrevista para conhecer mais sobre o designer, confira!

Quais as suas principais inspirações?

Regularmente, retrato os temas ligados à família, música e natureza, na busca da estampa artística com o desafio da funcionalidade do design.

Como é seu processo produtivo?

Com o projeto em mãos, início o protótipo seguido dos testes ergonômicos, ajustes e correções, com objetivo de alcançar o equilíbrio entre a funcionalidade e estética antes de seguir para a linha de produção.

Acima, processo de construção do Banco Cavalete, uma das peças mais icônicas de Bilac

Sua matéria prima principal parece ser a madeira. Por que ela e não outro material?

15 anos de trabalho com mobiliário personalizado ajudaram a incorporar a madeira no meu trabalho, que hoje é a base estética das minhas criações, juntamente com aço carbono.

Onde compra e de que forma trabalha a madeira? Fale sobre métodos, ferramentas, equipamentos, oficina etc.

A JB Madeiras é meu principal fornecedor há quase 20 anos. O processo tradicional, permitem uma conexão íntima em cada etapa realizada, que normalmente inicia com corte, limpeza e ajuste da espessura na Plaina Desempenadeira e Desengrosso, seguida para as máquinas estacionárias ou manuais, antes da montagem e acabamento.

Como são feitas as conexões, fixações e junções de peças? Cite exemplos em projetos emblemáticos seus. 

As conexões cumprem um papel muito importante, tanto do ponto de vista estético como funcional.

Na poltrona Boomerang Chair, os parafusos usados para montar a estrutura, contribuem para compor todo perfil estético, e no Banco Cavalete, um ato de fusão crava os vergalhões da estrutura no assento, permitindo leveza visual e segurança na peça.

Quais as suas peças mais emblemáticas/favoritas?

Boomerang Chair / Cavalete / Murici / Dezesseis

Acima, Dezesseis, outra criação de Bilac

Você prefere trabalhar mais com peças para ambientes residenciais ou corporativos? Por quê?

Ambientes tem uma espécie de vida e energia própria, que revelam sua história e personalidade, da qual fico muito feliz em ajudar a construir, quando sou convidado a compor com minhas peças, sejam para espaços residenciais ou corporativos.

Qual a sua principal meta de carreira como designer?

Realizar trabalhos que possam contribuir e impactar verdadeiramente a vida das pessoas.

Quem é o seu designer de mobiliário favorito?

O Brasil é repleto de Designers importantes, e dentre tantos talentos, gostaria de fazer um ato de admiração aos nomes de Sérgio Rodrigues e Carlos Motta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.