Base neutra, caixilhos generosos e área externa convidativa dão o tom ao projeto. Por Pedro Zuccolotto. Fotos por Mariana Orsi.

O projeto re reforma desta residência de 655 m² no Jardim América, em São Paulo, idealizado por Roberta Iervolino Giglio, da Figa Arquitetura, foi pensado para um casal sem filhos que adora cozinhar e receber os amigos. Entre as queixas dos proprietários estavam a decoração, que não agradava, e a luminosidade do imóvel, que também não era a ideal.

Planejamento

O imóvel é dividido em 3 pavimentos: no térreo ficam a sala de estar, integrada com o jantar, a área externa e a cozinha. A porta entre a cozinha e o jantar isola, mas também fica bastante aberta para integrar os ambientes. O cômodo também fica integrado com a área gourmet, que tem uma churrasqueira.

No primeiro pavimento estão as suítes. A suíte do casal é bem especial, pois conta com um home office e uma sala de TV. Roberta optou por criar um closet e a sala de banho, que otimizaram ao máximo o espaço em L.

No último pavimento fica a área de lazer com academia, o jardim e uma sala de TV, que é uma sala de cinema, a atração da casa.

Abre e fecha

Além da base monocromática, o projeto revela interessantes metamorfoses, peças-chaves para o conforto e a usabilidade dos espaços. A separação entre o jantar e a cozinha se dá por uma porta de correr camuflada na textura de linhas verticais da parede que a abriga. Um tela de cinema embutida se esconde no forro e abre a possibilidade uma seção caseira com nível profissional.

Gazebo externo

O ponto-chave da organização espacial da casa está na área externa, que conecta visualmente por meio da parede revestida de pedra a cozinha e as salas de jantar e estar. A caixilharia esguia emoldura o espaço externo visto da parte interna da casa e convida o visitante a relaxar à sombra. A lareira suspensa é a cereja do bolo. À beira da churrasqueira, uma cozinha completa, para momentos de convívio social, demanda dos clientes.

Tudo integrado

A ideia principal da Figa foi integrar os ambientes para aproveitar melhor os espaços e clarear o máximo possível com materiais, cores e abertura de janelas para a entrada de luz natural. “A cozinha, que foi totalmente modificada, é um dos destaques, tanto pelo layout quanto pela estética”, comenta a arquiteta. A caixilharia esguia separa a área de cocção do gazebo que abriga a churrasqueira com a área de convívio externa.

Ficha técnica

Projeto de reforma: Figa Arquitetura
Arquiteta: Roberta Iervolino Giglio
Obra: Gárgula Engenharia
Iluminação: Puntoluce
Duração da obra: 9 meses
Área: 655 m²

Matéria publicada originalmente na revista aU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.