A Grossl, empresa do segmento de abrasivos e adesivos, está ampliando o portfólio de lixas para a indústria de compensados. A Lixa SU22SY inova no mercado pela possibilidade de poder ser utilizada em processos que necessitam de alta capacidade de remoção, durabilidade,  eficiência de produção e redução de custos.

Com costado em poliéster, a lixa é produzida em grão de carbureto silício. O vice-presidente da Grossl, Sérgio Jankowski, explica que, com este material, a lixa possui um costado muito mais resistente do que as convencionais. “A lixa se destaca pelo seu rendimento excelente e acabamento superior. Utilizada nos processos de calibragem e acabamento das chapas de compensado, a SU22SY alcança uma superfície mais uniforme”, diz.   

Jankowski destaca que o produto possui versatilidade no mercado de compensados brasileiro, visto que o segmento necessita de um produto com qualidade de acabamento superior, sendo utilizado em muitos casos em chapas laminadas com madeiras nobres como imbuia, freijó, cedro e outras.

Já para indústria que entrega compensado para a construção civil, a lixa auxilia no processo de calibragem da peça, para chegar a espessura correta. No Brasil, os compensados já são utilizados por grandes construtoras, no mercado externo, o uso de compensado é ainda mais difundido, visto que o material gera benefícios para o canteiro de obras. “A chapa de compensado pode ser feita com diferentes tipos de madeira e é utilizada desde a indústria de móveis, naval e automotiva. Na construção civil é aplicada na confecção de estruturas, caixarias para receber concreto nas fundações, lajes, vigas e ainda no drywall“, comenta.

É importante destacar que as lixas são fornecidas em diferentes granulometrias. Por exemplo, para processos mais agressivos, como calibragem de espessura, é necessário utilizar grãos mais grossos, e para processos de acabamento, grãos mais finos. “Tratando-se de lixas, quanto menor o número na escala numérica, mais grosso será o acabamento. E quanto maior a sua capacidade de remoção de material, consequentemente, tem-se uma superfície menos uniforme”, explica Sérgio.

Sérgio comenta que a qualidade e formato diferenciado da lixa, também chama a atenção do mercado. “Confeccionamos correias de lixa com até 2045mm de largura e apenas uma emenda. Quanto menos emendas, menor é o risco de rompimento das correrias. Também entregamos a lixa em tamanhos personalizados, conforme a necessidade do equipamento do cliente. Nossa qualidade é assegurada pelos nossos fornecedores, que são empresas de renome e tradição no mercado mundial e também pelos nossos colaboradores que são treinados e capacitados para oferecer o produto ideal para cada aplicação”, esclarece.

O vice-presidente ainda reforça que existe uma maneira correta de lixar os produtos em compensados. “Para um processo adequado de lixamento, é muito importante respeitar a sequência de grãos das lixas utilizadas, mantendo uma semelhança entre os tamanhos dos grãos, com o objetivo de se obter o acabamento desejado. Outros fatores como equipamentos e a qualidade da madeira, também são determinantes”, conclui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.