Content

Imóveis cada vez mais completos

Seja qual for o segmento, um dos atributos dos produtos de alto padrão é apresentar inovações e ditar tendências. Nos imóveis de luxo, além de acabamentos primorosos e distribuição de plantas, cresce o número de acessórios entregues aos moradores.

O apartamento foi entregue pela construtora e agora é só colocar os móveis e curtir a nova residência, certo? Não necessariamente. Quem já comprou um imóvel novo sabe que até se dizer oficialmente lar doce lar leva um tempo e esforço. É preciso ainda fazer muita quebradeira para instalar a tubulação do ar condicionado, colocar uma churrasqueira na varanda, box no banheiro, iluminação, tubulações para instalação de eletrodomésticos… Isso para ficarmos só nas áreas privativas. Há também o mobiliário e as adequações para as áreas comuns como compra de lixeiras, acessórios para salão de festas, itens de automação, etc.

Em busca de competitividade e diferenciais para atrair os consumidores, o mercado de imóveis de alto padrão está, aos poucos, eliminando essas “dores de cabeça” na hora de se mudar e oferecendo um imóvel literalmente pronto. Nas áreas de lazer, por exemplo, que antes eram recebidas pelos moradores vazias, hoje são entregues totalmente mobiliadas, decoradas, equipadas e com wi-fi. Outra mudança é a aquisição de equipamentos de segurança para o condomínio que, no caso dos de alto padrão, já estão sendo entregues até com sistemas de circuito interno de TV funcionando.

O Reserva Parque Areião, lançamento da Brasal Incorporações de frente para o Parque Areião, no Setor Marista, segue essa tendência de se entregar apartamentos cada vez mais prontos. Um exemplo de como o edifício será entregue de forma totalmente equipada é a academia, que contará com equipamentos de ginástica da marca italiana Tecnogym, piso emborrachado e um terraço aberto com vista para o parque. “Nosso intuito é que seja uma academia que ofereça qualidade em espaços e boa tecnologia para que o morador de fato use e não necessite pagar um local externo”, afirma a engenheira de Planejamento, Custo e Controle da Brasal, Sarah Stefan Rabelo.

Da mesma forma, o salão de festas, com capacidade para receber 60 convidados sentados, terá decoração sofisticada para sediar as comemorações dos moradores.

As piscinas adulto e infantil são revestidas por pedras vulcânicas, que promove uma energização natural da água. “Parece tomar banho de cachoeira”, afirma a arquiteta Ana Gabriela Lins, uma das autoras do projeto. O tratamento da água, que geralmente é com cloro, será feito com ozônio, o que não agride a pele nem os cabelos.

“Nós investimos em um projeto de interiores para que haja harmonia e sofisticação na decoração. Nestes espaços também serão agregadas a climatização e a automação. Eles serão entregues com câmera de monitoramento, toda preparação para som, além de tomadas USB e sinal wi-fi”, enumera Sarah.

Investimentos com acessórios ligados à segurança foi outra preocupação da incorporadora. O edifício será entregue com duas câmeras de monitoramento 360 graus instaladas nas áreas externas ao edifício e cerca de 50 câmeras na área comum. “Será possível para o morador conectar-se, com seu smartphone, às câmeras de segurança e, assim, acompanhar os filhos na área de lazer. Além disso, as guaritas dos vigilantes serão blindadas”, conta

Segundo Sarah, o objetivo é trazer mais comodidade aos moradores, que não precisam despender tempo e preocupação na etapa pós-entrega e podem se concentrar unicamente com a decoração de sua própria unidade. Ela calcula que o investimento total será de aproximadamente 1% a mais no custo de construção.

Dentro de casa

Dentro do apartamento, o Reserva Parque Areião prepara novidades para facilitar o dia a dia do morador. A tubulação para automação e infraestrutura para internet e ar condicionado fazem parte do projeto arquitetônico e será entregue para utilização imediata. “Basta instalar os aparelhos que os mesmos já estarão prontos para o uso”, diz Sarah.

As janelas já virão com persianas integradas, a cozinha será entregue com um triturador na pia, os banheiros virão com cubas esculpidas em mármore tipo Aurora Crema e Branco Prime. Haverá também um ponto com sistema de aspiração de pó central, pronto para usar. 

No quesito de segurança, a construtora também se preocupou em equipar as unidades com detector térmico na cozinha com acionamento na guarita para prevenir incêndio. A porta de entrada terá acesso por fechadura com biometria. Os apartamentos virão com alarme de intrusão e botão de emergência interligados à guarita.

“Nós pensamos em entregar um apartamento para o cliente em que ele não precise fazer melhorias. Tanto que os acabamentos serão de qualidade superior, como as bancadas e nicho em quartzo branco na suíte do casal e o forro de gesso acartonado”, cita Sarah, acrescentando que com intuito de trazer mais comodidade ao cliente, a empresa também faz personalizações. “Mas é preciso ser programada a tempo e de acordo com a execução da obra”, explica.

Sofisticação atemporal

O verde do Parque Areião contagiou todas as etapas do projeto. Situado na Alameda Coronel Eugênio Batista com a Alameda Coronel Joaquim Bastos, no Setor Marista, o residencial tem vista exclusiva para os 215.000 m² da reserva de proteção ambiental com vegetação de floresta e vereda.

A vista privilegiada é complementada com um projeto que une luxo, conforto e últimas tendências da arquitetura contemporânea. Autoras do projeto, as arquitetas Ana Gabriela Lins e Iara Luiza Galvão conseguiram, em suas palavras, “estabelecer um diálogo entre natureza e modernidade”. 

Com 39 pavimentos, a torre envidraçada reserva espaços para o cultivo de plantas. A assimetria também traz mais charme ao projeto, que oferecerá apartamentos de 244 m² do primeiro ao 20º pavimento, uma unidade de 472 m² com terraço no 21º pavimento e apartamentos de 362 m² a partir do 22º andar. O topo do edifício é selado nos 31º e 32º pavimentos com um apartamento duplex de 601 m².

Além da vista definitiva para o Parque Areião, contará com projeto paisagístico assinado por Alex Hanazaki, o único brasileiro a receber o prêmio internacional ASLA 2017, da American Society of Landscape Architecture. Para o projeto, ele conta que buscou trazer um pouco da exuberante vegetação do entorno para dentro do edifício.  O mesmo caminho seguiu a arquiteta de Anna Paula Melo, responsável pelo projeto do decorado e da área comum.

Categorias:Content

Marcado como:,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.