Com atmosfera única, projeto de interiores traz o charme das osterias italianas para o boulevard gastronômico do Balneário. Por Pedro Zuccolotto. Fotos por Fabio Severo.

Uma osteria é um lugar onde originalmente serve-se vinho, refeições simples e uma
hospedagem acolhedora. As mais antigas estão localizadas na região da Emília-Romanha, na Itália. Nos últimos, as osterias tornaram-se semelhantes ao que os italianos chamam de trattoria. Nesses restaurantes, o menu é enxuto e oferecemse especialidades locais. Na prática, é o lugar perfeito para petiscar e fazer um happy-hour.

O escritório Vanessa Larré recebeu a incumbência de trazer a atmosfera de uma osteria para o badalado Boulevard Gastronômico de Balneário de Camboriú, em Santa Catarina. Numa releitura das versões originais italianas com toques contemporâneos e acurados, o time concebeu os ambientes da Mino Osteria. “Unimos a referência das osterias italianas às memórias afetivas para criar um conceito intimista”. O projeto esbanja acolhimento, tal qual a inspiração original. Massas, vinho e boas conversas não faltam nos espaços democráticos criados com “mesas comunitárias cheias de charme para garantir a hospitalidade da casa”, conta a arquiteta Samantha Sperotto, que conduziu o projeto.

Layout e conceito

O trabalho cromático dos ambientes salta aos olhos, desde a escolha dos matizes dos estofados ao revestimento das características estruturas arqueadas nas laterais do salão principal. A profundidade da estrutura é evidenciada pelo jogo claro e escuro de planos
paralelos. A ilha principal, que abriga o bar repleto de banquetas altas é marcada pela linha iluminada que mimetiza sua forma. A célula central da parede arqueada recebeu tratamento diferenciado, com o volume preenchido por uma caixa iluminada delimitada por uma grelha metálica.

Conexão humana

A disposição do mobiliário é a responsável por promover a conexão entre pessoas, inclusive desconhecidas. Um dos pontos focais é o banco azul disposto na parede lateral do salão principal. O móvel generoso é onde são compartilhadas rotinas e conversas ao longo das refeições. “Imaginamos um banco contínuo que pudesse ser dividido entre os visitantes da casa, familiares e desconhecidos”, comenta Sperotto.

Espaços diversos

Sperotto também conta que o design de interiores pensou também em espaços mais intimistas. “Mesas altas e banquetas são envolvidas por arcos marcados pelo projeto de luminotécnica. A estrutura é uma clara referência às adegas italianas”, detalha. Para os mais reservados, também foi criado um espaço completamente separado do salão. “Nele aquecemos as cores e homenageamos a trajetória da família do Mino com quadros expostos no teto”, conta. A galeria inusitada desperta curiosidade dos visitantes para as imagens históricas. A cereja do bolo é a mesa compartilhada sob os pés de limão siciliano. “Criamos ao redor da planta icônica um espaço em que os visitantes pudessem desfrutar,
dentre tantas formas, cores, texturas e cheiros, da releitura completa feita a partir das osterias italianas”, finaliza.

Ficha técnica

Projeto: Mino Osteria
Ano de conclusão: 2019
Área bruta construída: 143 m²
Localização: Balneário de Camboriú, Santa Catarina
Escritório: Vanessa Larré Arquitetura
Arquiteto líder: Vanessa Larré
Arquiteta responsável: Samantha Sperotto
Equipe de projeto: Fernanda Debeterco, Laila Nadal e Isabel Orsi
Engenharia: Perfor engenharia (execução)
Projetos complementares: Carla Petters (cozinha industrial)

Matéria publicada originalmente na revista aU.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.