Domingo, 26 de Setembro de 2021

Eternit lança telha solar fotovoltaica

Chamada de Eternit Solar, a telha capta energia solar para a produção de energia elétrica

Foto: Eternit

A Eternit, acaba de apresentar a primeira telha solar fotovoltaica com tecnologia desenvolvida no Brasil e aprovada pelo Inmetro. A telha capta energia solar para a produção de energia elétrica.

Chamada de Eternit Solar, a novidade foi revelada pela primeira vez ao público durante a Intersolar South América, no Expo Center Norte, em São Paulo. O desenvolvimento levou cerca um ano para ficar pronto. Feita em concreto a peça chega ao mercado de construção civil com várias opções de cores e de acabamentos, e células fotovoltaicas integradas no material.

Foto: Eternit

“Estamos desenvolvendo o processo industrial para fabricação em larga escala desta que é a primeira geração de telhas fotovoltaicas a passar nos testes de certificação do Inmetro, o que representa um momento importante para a companhia. Trabalhamos nesse projeto ao longo de um ano e agora estamos apresentando ao mercado de construção civil o primeiro modelo aprovado feito em concreto, com várias opções de cores e de acabamentos, e células fotovoltaicas integradas no material. Temos também outra linha, essa em fase final de desenvolvimento para futura homologação, utilizando telhas de fibrocimento. Em breve, os produtos estarão disponíveis para os consumidores”, afirma Luís Augusto Barbosa, presidente do Grupo Eternit.

Luiz Antonio Lopes, responsável pela área de Desenvolvimento de Novos Negócios, explica as vantagens do produto. “O que existe hoje em larga escala são placas fotovoltaicas cujos modelos precisam ser instalados em cima dos telhados. A nova telha fotovoltaica tem enorme potencial para se tornar um dos grandes negócios do Grupo Eternit por ser um produto disruptivo, de alto valor agregado, de fácil instalação, seguro e mais barato do que as soluções atuais. Além disso, capaz de gerar a energia elétrica necessária para residências e outros locais comerciais e industriais de maneira competitiva em performance e eficiência, a partir de um modelo esteticamente avançado”, diz.

A estimativa é que essa tecnologia tenha entre 10% e 20% de economia no valor total da compra e da instalação das telhas fotovoltaicas, em relação aos painéis solares montados em cima de telhados comuns. O número de telhas fotovoltaicas necessário para uma residência vai depender da quantidade de energia que se deseja produzir, da localização, inclinação e orientação com relação ao sol. Uma residência pequena pode ter em torno de 100 a 150 telhas fotovoltaicas de concreto. Já Casas de médio e alto padrão, de 300 a 600 unidades. O restante do telhado deve ser coberto com telhas comuns.

Compartilhar artigo:

Share on pinterest
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Assessoria de Imprensa | DC33 Comunicação
Bianca Benfatti press@dc33.com.br
Glaucia Ferreira coordenacao@dc33.com.br
Danilo Costa danilo@dc33.com.br
Phone: (11) 3129-4382
www.dc33.com.br
@dc33comunicacao

Parceiros

2021 © Copyright – ArqXP – content | business | travel
Domingo, 26 de Setembro de 2021
ArQXP – Experiências Inovadoras em Construção | Alameda Lorena, 800 | Cj. 602 CEP 01424-000 Tel.: 55 (11) 2619.0752