Abertura ocorre dia 25.11, com mesa de discussão na Galeria da Cidade

‘MSTC – Moradia como Prática de Cidadania’ apresenta um panorama histórico do Movimento Sem Teto do Centro e sua série de ações de formação cidadã e de luta pelo acesso à moradia digna para o trabalhador de menor renda na Cidade de São Paulo. O Movimento é colaborador da Escola da Cidade desde 2014, com envolvimento em atividades pedagógicas, que tiveram início com o projeto de direção de arte do longa metragem “Era O Hotel Cambridge” (2016).

A abertura, dia 25.11, ao meio dia, na Galeria da Cidade, contará com mesa de discussão dos organizadores da exposição do MSTC, Estúdio 9 de Julho e O Grupo Inteiro, com Paulo Tavares, curador da Chicago Architecture Biennial, e representantes das participações brasileiras na Bienal: Usina e Fundo Imobiliário Comunitário para o Aluguel – FICA. Será promovido ainda um almoço da cozinha Ocupação 9 de Julho aos interessados (número limitado de refeições).

A mostra apresenta a produção desenvolvida em 2019 junto ao MSTC, pelo Estúdio 9 de Julho (plataforma de pesquisa da Escola da Cidade), com O Grupo Inteiro (Carol Tonetti, Claudio Bueno, Lígia Nobre e Vitor Cesar), para a Chicago Architecture Biennial 2019, intitulada “… And other such stories”.

Estarão expostos publicações e trabalhos desenvolvidos sobre o movimento por pesquisadores, junto às video instalações “Quem não luta tá morto” (2016-19), de Virgínia de Medeiros, e “Quem ocupa, cuida” (2019) do coletivo Aparelhamento. Na ocasião também será lançada a publicação “MSTC – Moradia como prática de cidadania”, editada pela Editora Escola da Escola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.