Business

Divisão de automação industrial registrou crescimento durante o ano fiscal

Mesmo com cenário global adverso, áreas de sistemas elétricos e de automação industrial foram as principais responsáveis pelo aumento de receita no período

Globalmente, os principais segmentos que tiveram maior aumento nos registros de vendas globais foram: energia e sistemas elétricos, sistemas de automação industrial e de eletrodomésticos. Entre eles o grupo Mitsubishi Electric, voltado para comercialização e vendas de equipamentos elétricos e eletrônicos, fechou o ano fiscal de com receita de US$ 41,4 bi, um aumento de 2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O aumento discreto também deve ser observado em 2020. A companhia acredita que as incertezas relacionadas à economia global – principalmente das políticas comerciais dos EUA em relação à China, além do Brexit – devem provocar impacto em exportações e investimentos em vários países, dificultando o ganho de mercado.

No Brasil

Em território nacional, a divisão de automação industrial registrou crescimento durante o ano fiscal, suportado pelo aumento das vendas em todos os canais de vendas: de 2015 a 2018, o número de parceiros distribuidores aumentou 118% e a quantidade de integradores parceiros teve incremento de 320%.

Os bons resultados completam a trajetória de alta que a divisão tem apresentado nos últimos anos. De 2014 a 2018, a quantidade de colaboradores praticamente dobrou e, somente no período entre 2017 e 2018 a companhia já investiu mais de R$ 1 milhão em equipamentos de teste para demonstrar suas soluções ao mercado.

O aumento gradual da confiança do empresariado e o início da retomada econômica devem manter os índices em alta nos próximos anos. “Somos bastante otimistas em relação ao cenário brasileiro, comprometidos com resultados sustentáveis em longo prazo. No próximo ano, esperamos mais uma vez entregar crescimento da ordem de dois dígitos para todas as linhas de produtos”, destaca Fabiano Lourenço, vice-presidente da divisão de automação industrial da Mitsubishi Electric.

Com um forte compromisso na formação de novos profissionais, a companhia também investe na capacitação de maneira contínua. Além da doação periódica de equipamentos a instituições de ensino, existe a meta de treinar mais de 1 mil profissionais em 2019 (em 2018, 750 pessoas foram capacitadas pela companhia). “Entendemos que essa é uma ferramenta eficaz para ajudar a elevar o nível de conhecimento dos profissionais brasileiros, aumentando suas chances de colocação profissional”, afirma o executivo.

Ao todo, a unidade trabalha com sete linhas de produtos: Controladores (CLP), Dispositivos de visualização (IHMs), Servo Acionamentos, Inversores de Frequência, Robôs Industriais, Produtos de Baixa Tensão, e Sistemas Supervisórios e Soluções de Monitoramento de Energia.

Dentro desse escopo, foram lançados recentemente robôs com capacidade de carga de até 70 kg e o sistema supervisório McWorks 64, cuja principal função é realizar controle e supervisão de processos, tornando a tomada de decisões mais rápida e eficiente.

O aumento discreto também deve ser observado em 2020. A companhia acredita que as incertezas relacionadas à economia global – principalmente das políticas comerciais dos EUA em relação à China, além do Brexit – devem provocar impacto em exportações e investimentos em vários países, dificultando o ganho de mercado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.