Clientes que assinam contrato com a Valor Real Empreendimentos só começam a pagar em junho. Construtora retomou suas obras após 20 dias de paralisação

Canteiro do Residencial Montoya: de volta às obras. Fotos: Divulgação

A pandemia do novo Coronavírus alterou as relações de trabalho e forçou todos os segmentos e se adaptarem. Incentivadas pela decisão da Caixa Econômica Federal, que pausou as prestações de financiamento de imóveis novos por 180 dias, as construtoras de Curitiba e região metropolitana estão adiando o recebimento das entradas. É o caso da Valor Real Empreendimentos, que lançou esta semana uma campanha que adia em 60 dias o início do pagamento da entrada em todos seus empreendimentos.

“É uma forma de incentivar as vendas e dar mais fôlego para nossos clientes. Quem assinar contrato entre os dias 20 e 30 de abril, só começa a pagar em junho. Para os residenciais Monte Carlo e Park Royale, oferecemos ainda documentação grátis. Temos que nos unir nesse momento de quarentena e de incertezas para que os danos sejam os menores possíveis”, afirma Antonio Lage, co-presidente da Valor Real.

Vale lembrar que os clientes da Caixa com financiamentos em curso podem solicitar ao banco o adiamento das prestações por 60 ou 90 dias, incluindo os juros de obras, bastando para isso acessar o app disponível para essa finalidade.

Obras retomadas

A Valor Real foi uma das construtoras que resolveu paralisar os canteiros de obras, apesar da liberação do setor pelo decreto do governo do estado, que o enquadra como atividade essencial. Houve uma paralisação de 20 dias, com a retomada dos canteiros na última semana. Apenas o setor administrativo e de vendas permanecem em home office.

“Ainda existe muito ruído sobre a situação do COVID-19, mas uma série de protocolos da indústria da construção civil foi elaborada pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção, em conjunto com os sindicatos patronais e dos empregados, para permitir o andamento seguro dos trabalhos e para que os canteiros não se tornem focos de disseminação da doença. Todos os funcionários que pertencem aos grupos de risco continuam afastados. Seguiremos com afinco as recomendações de higiene pessoal e distanciamento entre os trabalhadores”, pontua Lage.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.