Construção civil retoma obras com novas regras de combate ao coronavírus

0
163

Aferir a temperatura, lavar as mãos e usar máscaras fazem parte da nova rotina de trabalhadores. Atendimento à regras para manutenção da saúde são prioridade no Gran Life Medical Complex, primeiro complexo multiuso de Anápolis

O último decreto estadual do governador Ronaldo Caiado permitiu a retomada da construção civil, desde que respeitadas as regras de segurança, proteção e combate à Covid-19. As obras no Gran Life Medical Complex, em Anápolis, foram retomaram nesta segunda-feira (20), com uma série de alterações necessárias para o enfrentamento à infecção.

Segundo o engenheiro civil responsável técnico e gerente de contratos, Alessandro Araújo, medidas como aferir a temperatura dos funcionários na entrada será de praxe. “Estamos utilizando um termômetro infravermelho para medir a temperatura de todos os nossos colaboradores. Além disso, entregamos a cada um quatro máscaras reutilizáveis para que troquem durante o expediente”, explica. 

Outra medida importante adotada no empreendimento, segundo Alessandro Araújo, foi o treinamento dado aos trabalhadores sobre a importância, eficácia e a maneira correta de lavar as mãos. “Aumentamos o número de lavatórios, oferecemos sabonete e papel toalha e reforçamos os pontos de álcool gel. Durante o treinamento, reforçamos que estamos fazendo a nossa parte enquanto empresa, mas é necessário que todos façam também”, destaca. 

Segundo ele, outras iniciativas como reforço na higienização em todos os ambientes da obras também foram adotadas e o cumprimento de todas as regras visando a proteção dos trabalhadores está sendo acompanhado de perto pela equipe gestora da obra. 

No momento, o empreendimento, está em fase de escavação e contenção. Teve início em outubro de 2019 e deve durar mais três anos.  O Gran Life Medical Complex é um complexo mixed use de grande porte, que contará com shopping, hospital, torre residencial e centro clínico em uma área construída total de aproximadamente 58 mil m² e investimento previsto de R$ 190 milhões. Por conta do seu tamanho e complexidade, a obra vai gerar muitos empregos. “Entendemos que este projeto é um marco para a cidade e a nossa expectativa é de uma grande geração de emprego durante o curso da obra, serão cerca de 300 a 400 postos de trabalho diretos”, afirma Araújo. 

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments