O evento será realizado no dia 26 de novembro, em Curitiba; as inscrições estão abertas

O setor da construção civil apresentou 2% de crescimento no segundo trimestre de 2019, depois de longos 20 trimestres em queda, de acordo com o IBGE. Conhecido por ser o segmento da indústria que primeiro sofre as conseqüências de uma crise econômica e por ser o último a conseguir se reerguer, o setor se prepara para mudanças que a tecnologia e a sustentabilidade estão criando.

Estes e outros temas serão discutidos durante o Construa – Feira de Construtechs, que tem como objetivo aproximar startups que estão pensando essas novas tecnologias e as empresas tradicionais da construção civil. O evento ocorre no dia 26 de novembro, em Curitiba, e foi pensado para empresários, diretores e executivos do setor, com mais de 60 palestrantes, mais de 20 startups, três palcos, mil metros quadrados de estrutura e muitas oportunidades de networking.

Esse deverá ser um dos maiores eventos do ano pensado especialmente para os protagonistas da indústria e do mercado imobiliário curitibano. “Chegamos a essa dimensão porque o Construa é resultado de um grupo de 75 pessoas envolvidas com o setor da construção que desejam de fato inovar, criar novos materiais, gerar conhecimentos e abrir novos modelos de negócios para que a mudança aconteça!

Além de muitas palestras, teremos exposição de Construtechs que estão revolucionando o mercado e a visita de investidores convidados”, explica Adriana Kalinowski, coordenadora estadual da indústria do Sebrae/PR. Haverá também espaço para rodadas de pitching onde jovens empreendedores poderão apresentar suas ideias para serem sabatinadas por uma equipe de especialistas e investidores atuantes no mercado.

A programação de palestras com os grandes players do setor de construtechs vai tratar temas como as dificuldades e os ganhos concretos da tecnologia aplicada à construção civil. Haverá também rodadas de discussão com construtoras e incorporadoras, com cases de empreendimentos que tiveram a inovação como premissa, com análise de resultados reais dessas experiências.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas no site.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.