Content

Compacto amplificado

Divisórias translúcidas e cores sóbrias dão seriedade e amplitude à empresa de investimentos de 45 metros quadrados. Fotos Mariana Orsi

Um ambiente minimalista com o essencial. Essa foi a encomenda dos sócios do HP Invest aos arquitetos Nadja Bonan e Mauricio Ruoppoli. “Esteticamente, o projeto deveria seguir uma linha industrial que transmitisse um aspecto tecnológico e contemporâneo”, conta Mauricio.

Para a dupla de profissionais, que atuam ao lado do designer e curador de arte Flávio Franzosi, um dos principais desafios no decorrer do projeto foi atribuir as características de seriedade e confiança da empresa aos ambientes, essenciais do segmento de investimentos financeiros. “Para destacar a sobriedade da empresa utilizamos cores escuras e neutras, criamos uma iluminação direcionada nos pontos necessários”, conta Nadja. “Desta forma, criamos um espaço com transparência e sobriedade”, completa Maurício. Para enfatizar a transparência da empresa, as divisórias entre os ambientes são de vidro.

As superfícies translúcidas permitem que uma pessoa na sala de reunião acompanhe, por exemplo, a movimentação do mercado financeiro nos monitores da área de trabalho. Divisórias desse tipo são um recurso arquitetônico para ampliar a sensação de espaço em um ambiente com metragem reduzida, como é o caso da sala de 45 metros quadrados que recebeu a intervenção. “Manter as divisórias transparentes garante que a iluminação natural chegue até a recepção”, explica Mauricio.

Planta única

“Como idealizamos um espaço todo aberto, uma questão decisiva foi como esconder a porta do lavabo. A solução veio de um painel de marcenaria”, conta Nadja. Outro ambiente que ficou parcialmente exposto foi a copa. Para solucionar essa questão, os arquitetos limitaram a visão do ambiente para quem está na recepção com o posicionamento de um volume que parte do piso e se transforma em rebaixo de forro na cor preta. “Além de ocultar a copa, este volume delimita o espaço da recepção e direciona o olhar de quem está entrando para o luminoso com o logo da XP investimentos”, detalha Mauricio.

O maior desafio da execução de obra, segundo os arquitetos, foi garantir o bom acabamento dos revestimentos e da marcenaria com uma supervisão minuciosa e o cuidado com a execução de peças mais frágeis, como as placas de vidro de grandes dimensões.

Dados da obra

Ano do Projeto: 2017
Conclusão da Obra: maio de 2017
Área: 45 m²

Ficha técnica

Arquitetura: Oficina 11.11
Projeto Elétrico: Oficina 11.11
Projeto Luminotécnico: Oficina 11.11
Colaboradores: Vinicius Corazza e Flavio Franzosi
Obras Civis e Gerenciamento: Oficina 11.11
Equipamentos de iluminação: Santil
Piso Vinílico e carpete: Marrei
Marcenaria: R . Alves Marcenaria
Divisórias: Amplo Vidros
Elétrica: LJ instalações
Ar condicionado: Lj Instalações
Gravuras: Papel Assinado
Objetos decorativos: St James
Cortinas: Costurare
Luminoso: Insight Displays
Revestimento Banheiro: Beatles Decortiles
Revestimento Copa: Pastilha autoadesiva Jatobá

Conteúdo publicado originalmente pela Revista aU

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.