Confira como estabelecer uma interação com a natureza utilizando a arquitetura e decoração. Texto: divulgação

Utilizar a arquitetura e a decoração como forma de promover uma conexão com a natureza provou trazer muitos benefícios para o bem-estar e qualidade de vida das pessoas – com efeitos maximizados pela pandemia mundial que marcou 2020. No entanto, engana-se quem pensa que a biofilia se limita à inclusão de plantas no ambiente: incorporar elementos naturais vai muito além e pode abranger o uso de diversos tipos e estilos de materiais.

Ouse nos revestimentos

O mercado sempre se adapta às demandas. Nesse momento, surgem opções de revestimentos que nos remetem à natureza de diversas maneiras, seja pelo toque, forma ou coloração. Além do tradicional madeirado, algumas opções mais arrojadas podem – e devem – ajudar a compor um projeto com design biofílico.

Entre os lançamentos 2020, a Sudati lançou o MDF Amazônia. Sua cor diferenciada representa o verde das florestas tropicais, com uma tonalidade mais aquecida. Neste projeto, a designer de interiores Priscila Mileke fez uma composição do lançamento com o padrão madeirado Imbuia, também da Sudati, para agregar conforto e imponência.

MDF Amazônia, da Sudati | Projeto: Priscila Mileke | Foto: Eduardo Macarios

Já para quem deseja apostar no porcelanato, o revestimento Folhas ao Vento traz o verde também mais aquecido e a textura das plantas. O material faz parte da coleção Nuances da Natureza, assinada pela arquiteta Juliana Medeiros para a Portinari, e remete à leveza e aos movimentos das folhas, trazendo uma sensação de frescor ao ambiente.

Revestimento Folhas Ao Vento, revendido pela Impermix | Foto: Divulgação

Aposte no papel de parede

O papel de parede pode ser um aliado na hora de trazer a natureza para dentro de qualquer ambiente. Nesse quarto infantil, a arquiteta Larissa Lóh, em parceria com a StilHaus Decorações e a JVN, criou uma estampa delicada e leve para compor o décor sem pesar o ambiente.

Papel de parede StilHaus | Projeto: Larissa Lóh | Foto: Marcelo Stammer

Toques de cor

Pontos de cor em meio a ambientes mais neutros são sempre uma opção para quem deseja trazer personalidade de forma sutil. Nessa missão, a variação verde do sofá Amaranto, da Estofados Jardim, é perfeita para agregar um toque de natureza em meio a qualquer estilo. O modelo, que leva a assinatura da Asa Design, ainda é modular, extensível e reclinável, agregando versatilidade ao espaço.

Sofá Amaranto, da Estofados Jardim | Projeto: MOBA Arquitetura | Foto: Alexandre Zelinski

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.