Apartamento CO | UNIQ Arquitetura

0
215

Com 141m², apartamento tem ambientes que presam pela integração para receber. Fotos de Eduardo Macarios

Fazer do seu primeiro apartamento um espaço integrado para receber amigos e um refúgio para dias que pedem mais calmaria era o desejo dos dois jovens recém-casados ao adquirir o imóvel no bairro Água Verde, em Curitiba. Comprado em planta, o projeto proporcionou liberdade para as arquitetas Carolina Danylczuk e Lisa Zimmerlin, da UNIC Arquitetura, personalizarem o espaço de 141m² desde o início das obras e o transformarem em ambientes leves, fluidos, que transmitissem a personalidade dos moradores. 

A premissa de integração não ficou só na retirada de paredes, que foram abaixo em busca de mais espaço, mas também na escolha de materiais e cores fazendo a união do apartamento como um todo. As escolhas de projeto fazem também a união entre o estilo urbano com referências jovens e industriais e o charme de um lar com história.

Ambientes integrados por materiais

A churraqueira interna, ponto decisivo para aquisição do imóvel, ditou a união para a área social. O destaque se da por uma peça de painel aramado desenhada pelo escritório, com tramas que se repetem no móvel da lareira da sala de estar, um bloco em pedra Dekton que contrasta com o elemento em serralheria. Cozinha, churrasqueira, sala de estar e jantar, ganharam unidade com o revestimento do piso em cimento queimado monolítico.

Ainda no conceito de continuidade, a área social conta com um pórtico em Fresno Negro, que se prolonga por toda sala de jantar e estar, emoldurando o revestimento de tijolo das paredes, o sofá e o bloco ripado – que “esconde” o lavado. Ao lado, a varanda do apê ganha mais vida com um jardim vertical e um balanço que foi feito pelo próprio casal.

Já na área íntima, um dos quartos deu lugar ao closet da suíte master. As chapas aramadas voltam a aparecer na cabeceira da cama e nas prateleiras do closet. As placas de concreto complementam sua ambientação, reforçando a versatilidade e o uso não convencional dos materiais escolhidos.

As cores

A paleta cromática neutra foi escolhida como pano de fundo para que os detalhes se sobressaíssem. A apê traz o calor da madeira, a força do concreto e o colorido nas obras de arte usadas, como o óleo sobre tela da sala de jantar, obra da artista plástica Iolanda Mazzotti,e a fotografia “Dead Vlei”, apoiada sobre a bancada da churrasqueira, de Mana Gollo.

A suíte também transpira arte através das telas do artista plástico André Zimmerlin e da artista e arquiteta Kalissa Pequito. Usar peças de acervo pessoal e outras confeccionadas pelos próprios moradores, algumas de designers famosos e outras criadas pelo próprio escritório equilibram o estilo e expõem a identidade do casal no resultado final.

4 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments