O Aimberê Perdizes é um edifício que resgata a experiência de morar em uma casa em São Paulo. O novo empreendimento da You.Inc é o 5° projeto assinado pelo estúdio global de arquitetura e design Perkins and Will para a incorporadora paulista. Texto e imagens: divulgação.

Localizado na Rua Aimberê com a Rua João Ramalho, em Perdizes, Zona Oeste de São Paulo, o projeto se baseia nas características do bairro, com suas conveniências e atmosfera acolhedora para promover conexão com a cidade sem perder a qualidade de vida.
“A quarentena evidenciou o clamor por espaços residenciais amplos, bem iluminados e ventilados, conectados com a natureza, provedores da verdadeira sensação de estar em casa” explica o arquiteto Douglas Tolaine, Diretor de Design da Perkins and Will em São Paulo. “Na casa temos acesso ao quintal, aberturas generosas e conexão com o verde. Foi isso que trouxemos para o projeto do Aimberê”, afirma.

O grande destaque do Aimberê é o conceito inovador de Roof House: espaços localizados no 5º e 27º andares, com academia, spa e piscinas com mirantes, os locais ainda têm uma horta coletiva para os moradores, que também atua como área de convívio. Além disso, as demais áreas de lazer são distribuídas ao longo do edifício, no 1º, 3º e 4º pavimentos, criando movimento e incentivando interação e experiências diversas. O empreendimento ainda conta com uma arquibancada no 5° andar, que permite, além da apreciação da vista, a realização de diversas atividades, como uma sessão de cinema, por exemplo.

Além da vista surpreendente, a implantação do edifício no terreno proporciona iluminação e ventilação natural em todos os corredores, colaborando com a atmosfera de casa e com o bem-estar. O projeto utiliza o design biofílico, que traz elementos naturais como ferramenta provedora da qualidade de vida, com aberturas que conectam os moradores ao verde. Assinado pela Cardim Arquitetura Paisagística, o paisagismo usa espécies nativas da flora local, como vegetação de cerrado e árvores frutíferas, colaborando também com a integração do projeto ao entorno.

A biofilia também inspirou o projeto de interiores, assinado pelo escritório Consuelo Jorge Arquitetura, que usou elementos naturais como a madeira e tons terrosos. O design da fachada também é um importante elemento de integração com o entorno. Os lambris suavizam a percepção do edifício, criando uma proporção agradável aos olhos com uma fachada dinâmica e organizada.

Arquitetura, paisagismo, design de interiores e incorporadora trabalharam de forma colaborativa desde o início da concepção do Aimberê Perdizes, com o objetivo comum de criar espaços provedores do bem-estar e da qualidade de vida. O resultado é um projeto generoso, com pitadas de inovação que constroem um todo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.