Sexta-Feira, 27 de Janeiro de 2023

A grande cabana

A expansão deste hotel na Eslovênia feita pelo escritório Enota busca se diferenciar das propostas das preexistências e buscar uma consonância entre utilidade e a expectativa visual dos usuários. Texto: v2com. Tradutor: Maylson de Alencar. Fotos: Spacer.

O Hotel Natura é um dos primeiros pontos de contato para os visitantes da estância desportiva e turística de Rogla. Construído como a adição final a um grupo de hotéis, representa talvez o maior afastamento visual da expressão reconhecível das intervenções anteriores, que referenciavam a paisagem local desenvolvida ruralmente em maior grau.

 O Hotel Natura foi projetado como o hotel mais bem avaliado de Rogla, mas nunca foi totalmente realizado. Grande parte dos alojamentos previstos ficaram por construir, no entanto o investidor pretende agora modificar a sua tipologia e ampliar o hotel com a adição de zonas comuns polivalentes e uma piscina de recreio.

Como lidar com uma extensão onde é necessário adicionar metade de um hotel? Mantida a mesma abordagem de design, a volumetria do hotel – que já se destaca um pouco na paisagem local – só se tornará mais presente. Assim, projetar a nova seção com uma aparência independente, mas com uma filiação lógica com o edifício existente, apresenta-se como uma solução adequada.

Quando os visitantes partem para o topo de Rogla, sua imagem mental da paisagem é bastante romântica: um chalé coberto de neve no meio da natureza intocada e intocada. As necessidades do mundo real de um provedor de acomodação são obviamente diferentes – fornecer o máximo de acomodação possível, com varandas, cuja aparência e escala têm pouco em comum com as do chalé solitário.

Isso denota a decisão de conectar o inconectável: fazer a fachada se tornar o telhado. A fachada é visualmente transformada em um telhado de duas águas de madeira, historicamente característico do ambiente. A madeira da fachada é livremente empilhada e desprotegida, permitindo que ela envelheça e se aglutine com a aparência da paisagem circundante. A nova adição, portanto, não faz referência ao edifício existente tanto quanto à floresta circundante e ao desenvolvimento rural tradicional.

A organização interna do programa oferece uma divisão clara entre as seções de público e de hospedagem. Todo o programa público apresenta andares mais altos que se abrem para o interior da floresta ao norte, enquanto todos os quartos apresentam pé-direito ligeiramente mais baixo e são orientados para o estádio de esqui ao sul. As diferenças nas alturas dos andares são superadas por uma nova escada estabelecida como um “salão vertical”, bem como por um novo elevador de dupla face.

 Tal projeto se presta a espaços internos atraentes que oferecem vistas cruzadas abundantes e iluminação natural, inclusive nos corredores. Apesar de estabelecer uma clara separação entre as seções públicas e de alojamento, elas também podem ser reconectadas nos casos em que todo o anexo ou suas seções independentes individuais são alugadas.

Desenhos Técnicos
Ficha Técnica

Projeto: Extensão Hotel Natura

Tipo: Comissão

Ano: 2020

Estado:  em andamento

Tamanho: 6.260 m2

Local:  6.310 m2

Pegada: 3.500 m2

Cliente: Unitur

Localização: Rogla, Eslovênia

Coordenadas:  46°27’08.5″N 15°19’46.2″E

Arquitetura: ENOTA

Equipe do projeto: Dean Lah, Milan Tomac, Sara Mežik, Jurij Ličen, Nuša Završnik Šilec, Peter Sovinc, Jakob Kajzer, Rasmus Skov

Colaboradores: Spacer (visualizações)

Compartilhar artigo:

Sexta-Feira, 27 de Janeiro de 2023
ArQXP – Experiências Inovadoras em Construção | Alameda Lorena, 800 | Cj. 602 CEP 01424-000 Tel.: 55 (11) 2619.0752